terça-feira, 3 de agosto de 2010

"...Menos pela cicatriz deixada, uma feridantiga mede-se mais exatamente pela dor que provocou, e para sempre perdeu-se no momento em que cessou de doer, embora lateje louca nos dias de chuva."

CAIO FERNANDO ABREU