terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Valsa

Ela estava completando quinze anos.
Aquela idade de grandes ilusões...sonhos que tinha...
Imaginava uma vida cheia de felicidades, começava a construir um grande amor.
Um amor que parecia não mentir...
Ah...que ilusão a dela...
Amores nunca são eternos!
Eterno só são aqueles momentos!
Esses sim irão durar eternamente em sua lembrança.
Acreditava em um verão de sol!
Sonhava com uma casinha e um jardim!
Aquele príncipe que parecia amá-la de verdade.
Estaria ele enganado ou sentia mesmo aquele amor?
Felicidade seria mesmo real?
Enorme era o vazio dentro dela ao perceber que o tempo passou...
Um vazio e uma eterna procura pela felicidade.
Completara mais um ciclo em sua vida,
Hoje se tornou triste e sem sonhos...
Ainda restava um pouco de menina, mas com tamanho sentimento de desilusão.
Vive por viver, ou "passa" pela vida!
Espera um final pra essa angustia.
Essa tristeza de onde vem?
Chega de repente e fica.
Está febril,tem um sorriso amarelo,
Não me dê atenção!!!
Amanhã vou estar bem!
Gritava sem querer preocupar ninguém.

Agradece os aplausos!
Olha para o céu e chora!
Cada lágrima seria como uma estrela cadente.